Neste espaço, eu conto o dia-a-dia do Vinícius, um Reizinho muito lindo, que foi acometido por uma doença incurável pela medicina, a ALD - adrenoleucodistrofia, doença do filme "Óleo de Lorenzo", diagnosticada em julho/06, com quase 08 anos de idade. Neste tempo todo, ele está descansando, ora no seu trono, ora nos seus aposentos, por que, está impossibilitado de andar, de falar, de sorrir, mas, nada o impede de reinar.

Nós, eu, meu esposo, minha mãe, minhas irmãs, somos os seus súditos. Ele suspirou, já estamos ao seu redor, para lhe prestar os nossos serviços.

Mas, acima dele, há uma realeza maior - o Rei dos Reis - Jesus Cristo de Nazaré! Este sim, comanda nossas vidas.

E assim, vamos vivendo um dia por vez, fazendo o que está ao nosso alcance para o bem do Reizinho e nos curvando para servir o Rei maior!


domingo, 4 de dezembro de 2016

Domingo especial. ..

" Vejo que a vitória do Senhor
Está chegando aqui neste lugar
O povo acreditou
O povo profetizou
E a vitória veio
Em nome do Senhor!
Esta casa será chamada:
Casa de oração
Esta casa será chamada:
Casa de louvor
E todo o joelho se dobrará
E toda a língua confessará
Que Jesus Cristo é o Senhor!
Vejo Deus presente aqui neste lugar
Operando em nossos corações
Não devemos nunca duvidar
Mas podemos nele descansar
Porque a vitória é nossa
Em nome do Senhor "




O pastor Lucas, sua esposa Marcinha e filha Sofia almoçaram conosco hoje.  Foi um domingo muito especial! 
Depois do almoço, fomos p/ o quarto, onde o Reizinho estava dormindo, louvamos a Deus e oramos.  Um dos louvores foi esse, cuja letra está acima.

Frase do pr. Lucas : "A maior fé é essa - continuar adorando a Deus, sem receber o que se almeja. "

sábado, 3 de dezembro de 2016

Deus é o nosso consolo.

Meu Deus!  Os últimos acontecimentos são de encher os olhos de lágrimas; o acidente, o transporte dos corpos, o velório, a tristeza dos familiares...
Não há palavras que confortem o coração de quem perdeu um ente querido.  Nessas horas, somente o grande Eu Sou para dar a paz que cada um necessita.

Moisés perguntou ao Senhor : "Quando eu chegar diante dos israelitas e lhes disser: O Deus dos seus antepassados me enviou a vcs, e eles me perguntarem : Qual é o nome dele?' Que lhes direi?"
Disse Deus a Moisés : "Eu Sou o que Sou.  É isto que vc dirá aos israelitas : Eu Sou me enviou a vcs ".

Precisamos,  ardentemente, acreditar que em cada situação o Eu Sou está presente.
Na morte de um filho,  Eu Sou consola os pais;
No diagnóstico difícil,  Eu Sou entra com a cura;
Na despensa vazia, Eu Sou proverá a refeição;
Para o viciado, Eu Sou é a libertação;
Na família desestruturada, Eu Sou é  a edificação;
Para o perdido, Eu Sou é a salvação.

Deus preenche o vazio que cada um tem em seu interior.
Eu Sou, venha sobre nós!

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

A resposta vem de Deus!

Ao olhar o meu filho na situação em que ele está, tudo me leva a desistir,  a me desesperar - ele não anda, não fala,  não enxerga, não se alimenta via oral, não chora, não interage. O que foi preservado nele é a audição. Meu filho escuta!
Diante disso, o "NÃO"  eu já tenho. A impossibilidade está diante dos meus olhos.
Se eu não fizer nada, o cenário já está pronto, a doença está instalada e em evolução, o prognóstico é de dez anos de sobrevida, a sentença já foi anunciada.
Porém, existe um fato que muda tudo, muda a minha visão em relação à impossibilidade, em relação ao caos - eu sou crente! Eu creio em um Deus vivo que muda histórias. Por isso, há esperança,  há chance de cura.
Se de um lado eu tenho o "não" estampado diante dos meus olhos, do outro eu tenho a possibilidade do "sim", pela fé. Certamente, eu fico com a segunda opção.

O Senhor é soberano, poderá libertar o Reizinho para a vida eterna ou poderá libertá -lo para a vida terrena. Sou mãe que ama,  que ora e que crê, até que Deus dê a última palavra,  estarei de joelhos, apresentando a Ele o meu desejo.



terça-feira, 29 de novembro de 2016

Pessoas e pessoas. ..

Na minha caminhada de luta pela vida do meu filho, encontrei pessoas que me desanimaram com palavras negativas, palavras de incredulidade e também encontrei pessoas que edificaram a minha fé.
Hoje, vou escrever aqui, sobre uma mulher que, por mais de uma vez, contribuiu para que eu continuasse crendo. Com palavras e atitudes, ela edificou a minha fé.  Ela é a dn. Otília, a mãe da Joana,  que é esposa do meu cunhado. ( a senhora da foto).
Há anos, não sei quanto tempo, um pouco depois do diagnóstico do Reizinho, eu fui confrontada por uma pessoa, que diretamente me criticou por acreditar no milagre. Ela me perguntava se eu já tinha visto um e fazia questão de dizer que eu devia me conformar com a situação do Vini. A dn. Otília, que assistiu tudo, percebeu o meu descontentamento e quando eu estava sozinha, ela me disse - " Cris, a última palavra é a de Deus e Ele ainda não deu!". Essa frase entrou no meu coração e me acompanha até hoje.
No casamento que fomos,  do Cleverson, neto da dn . Otília, ela esperou que eu estivesse sozinha e veio falar comigo. Foi um ato muito bonito, que me comoveu e mais uma vez, edificou a minha fé. Eu estava no quarto, pegando roupas da mala,  ela com uma toalhinha na mão me perguntou : " Cris, como está o Vini?", eu respondi: "bem, na luta de sempre ". Ela continuou: " E a saliva melhorou?", eu respondi que não,  então ela falou: "eu gostaria que vc aceitasse essa toalhinha, faz tempo que tenho orado pela salivação do Vini, a toalha está ungida, vc leva e seca a saliva dele, eu creio que ele vai melhorar.  Mas, se vc não quiser, tudo bem. E se vc aceitar,  gostaria que não lavasse a toalhinha. " Eu disse : "claro que eu aceito, não vou lavar e assim que chegar vou secar a saliva dele." Eu agradeci e a abracei forte.
Desde que cheguei,  eu tenho secado a saliva do Vini com a toalhinha ungida , e feito esta oração : "Deus,  eu uno a minha fé com a fé da dn. Otília, opera o milagre,  seca a saliva do Vini!"

Aqui no blog, leio palavras que edificam a minha fé, como já li palavras de incredulidade.  Eu fico com o que é bom para mim.
Agradeço a todos que oram por nós,  que me ajudam nessa caminhada tão árdua, que necessita que eu tenha fé.





sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Em tempo...

Até hoje, eu me pego pensando em como fui agraciada por Deus! 
Ele me deu essa menininha linda, que hoje completa 03 aninhos. 
Amanhã, vai ter festinha aqui.

Ana Liz 
Flor de Liz 
Ana Liz 
Ana Flor 

Amo, amo, amo!

Obrigada,  Senhor! 







quinta-feira, 24 de novembro de 2016

O papel da Igreja. ..

O Espírito Santo tem ministrado no meu coração sobre a importância da intercessão. Sobre como o clamor do povo sobe aos céus e Deus se move para nos abençoar aqui na terra.
Ao término de um culto, um dos nossos pastores, que ministrou a Palavra, chamou todo o corpo pastoral para se posicionar na frente e aquele que acreditasse que poderia ser usado por Deus, era para permanecer a frente e orar pelo povo. Logo em seguida fez um apelo p/ quem quisesse receber oração. Eu e Edinho fomos.
A nossa comunidade aumentou. Existem pastores novos, com quem ainda não conversamos. Eu e Edinho fomos no pr. Edgar e nos apresentamos - " Somos os pais do Vinícius ", ele respondeu : " eu sei, oro por ele e por vcs há tempos."
No feriado do dia 15/11, eu e minha irmã fomos à oração da semana que antecede a Santa Ceia, das 06h às 07h. Ficamos num grupo com 02 pastoras. Quando uma delas orou, citou o nome da minha irmã e o meu. Nós não sabíamos que ela nos conhecia pelo nome.
Houve uma conferência na nossa comunidade e o pregador de fora falou p/ o povo pedir um milagre exagerado p/ Deus. O pr. Gama me disse: "não,  não vou pedir nada para mim, vou pedir o milagre p/ o Vinícius! "
Nessa viagem que fizemos p/ José Bonifácio, no sábado,  durante a festa, eu fui abordada por uma seguidora do blog! Ela me disse: " eu sigo o seu blog,  leio os seus textos, levo para a Igreja, vc é um exemplo de fé p/ mim." Depois a minha cunhada veio me dizer que há anos, essa seguidora ora por nós!
O que eu quero dizer com tudo isso - "Esse é o verdadeiro papel da Igreja - a oração intercessora".
Há um mover silencioso de Deus por meio do povo que ora.
Às vezes penso que não vou suportar a situação desesperadora que vivo,  quando vejo estou renovada. Há um povo orando por nós!
Às vezes, não temos dinheiro para pagar as contas, no final,  de um jeito ou de outro,  as contas foram pagas,  foi possível fazer a compra de mercado e a frutaria. Há um povo orando por nós!
Há um povo orando - a Igreja do Senhor. Ainda que não percebamos, Deus está agindo. A oração tem poder. O povo ora, o clamor sobe, Deus se move, as bênçãos descem sobre nós.  Eu creio!

terça-feira, 22 de novembro de 2016


Desculpem-me por demorar para atualizar o blog, a correria é grande, o tempo é escasso.
Nós fizemos uma viagem rápida até José Bonifácio -SP, para o casamento dos nossos sobrinhos Cleverson e Angélica.  Eu e Edinho fomos padrinhos, Ana Liz foi daminha.

Fomos e voltamos bem, graças a Deus. Minha mãe ficou c/ o Vini. Um casal de irmãos da Igreja veio na sexta durante o dia p/ ajudá -la e o velho Paulo, amigo pra toda hora, veio na sexta à noite e final de semana.  Chegamos domingo à noite.

Durante a cerimônia, lágrimas escorreram na minha face ao imaginar o casamento do meu Vini. Eu oro por um futuro vitorioso para ele,  então,  isso faz parte do meu sonho.

Deus é o nosso Senhor!

Arquivo do blog